quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012


Trabalho voluntário

11
Segundo definição das Nações Unidas, "o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos..." 

O trabalho voluntário tem se tornado um importante fator de crescimento das organizações não-governamentais. É graças a esse tipo de trabalho que muitas ações da sociedade organizada têm suprido o fraco investimento ou a falta de investimento governamental em educação, saúde, lazer etc.

O Brasil tem um batalhão de pessoas que doam parte de seu tempo, trabalho e talento a causas de interesse comunitário. Segundo os especialistas em voluntariado, o crescimento do número de envolvidos em projetos sociais se deve a algumas certezas recentes confirmadas por amplos setores sociais. A primeira é que não vale a pena esperar pela ação de um governo que, embora arrecade muito, gasta mal e deixa vazar bastante dinheiro pelos ralos da corrupção. Outra é que a mera doação financeira para entidades de ação social pode, na verdade, apenas alimentar estruturas burocráticas mais engajadas em marketing do que em atitude. 

Pequenas atitudes individuais, quando somadas, representam grandes resultados. "Formou-se a consciência de que, para ajudar, basta começar com os problemas de sua região", diz Maria Lúcia Meirelles Reis, diretora do Centro de Voluntariado de São Paulo, entidade que presta assistência a grupos de trabalho voluntário. Ou seja, mesmo atividades como incentivar a coleta seletiva de lixo num bairro, participar de campanhas de doação de sangue, pintar o muro da escola e ajudar a cuidar de um jardim público são ações que fazem diferença.

Quando o interesse é tornar-se voluntário numa atividade mais complexa, como a assistência social, cabe, antes da inscrição num programa, considerar algumas condições preliminares. Isso evita a repetição de um dos maiores problemas detectados em grupos de ação voluntária: a falta de continuidade. "Não honrar o combinado, em vez de ajudar, pode prejudicar a organização", diz Stephen Kanitz, colunista de VEJA e um dos maiores especialistas em filantropia no país, idealizador do site filantropia.org. No quadro abaixo, algumas sugestões dos especialistas para quem deseja tornar-se e se manter voluntário.

 
Um guia para começar

• Listar atividades que gosta de fazer, para que o trabalho seja realizado com prazer
 
• Calcular o tempo de que dispõe e a periodicidade com a qual se pode comprometer
 
• Ir a um centro de voluntariado de sua cidade ou pesquisar diversas opções na internet. Sites como voluntarios.com.br, voluntariado.org.br e portaldovoluntario.org.br têm um amplo banco de dados
 
• Visitar as instituições, conversar com os responsáveis e verificar se as necessidades de cada organização coincidem com suas possibilidades
 
• Escolher uma entidade próxima de casa ou do 
trabalho


Uma exelente oportunidade de fazer trabalho voluntário com a participação de milhões de pessoas é a computação voluntária, em que indivíduos instalam sistemas em seus computadores pessoais para colaborar em projetos científicos doando capacidade ociosa dos mesmos.

RAZÕES QUE DEVEM MOTIVAR AS PESSOAS AO TRABALHO VOLUNTÁRIO


a) O TRABALHO COMO TESTEMUNHO DA FÉ EM DEUS E EM JESUS.
Ter fé em DEUS e em JESUS não é, somente, acolher no íntimo SEUS ensinamentos, mas acima de tudo vivenciá-los. Demonstrá-la é dar a DEUS o que é de DEUS, é edificar o amor no coração, é expandir esse amor para as criaturas, é doar-se com alegria e dedicação para que a dor e o sofrimento sejam afugentados do nosso meio. Só isso bastaria para realizarmos nosso trabalho com alegria.

b) O TRABALHO COMO FONTE DE REALIZAÇÃO PESSOAL.
O conceito de realização pessoal, geralmente, está associado a ganhos financeiros, prestígio profissional, influência social, alcance do mais alto cargo no âmbito do trabalho, e as mais variadas conquistas particulares, para citar alguns aspectos que fundamentam tal conceito. Seus resultados, entretanto, visam, quase que unicamente, o bem estar e o prazer do seu agente, ficando o semelhante numa posição secundária. Esse modelo, contudo, por ser individualista, não tem concorrido para a felicidade sustentável da criatura humana uma vez que muitos dos seus adeptos não lograram êxito no seu propósito, pois a felicidade é uma conquista coletiva. Fundamenta-se no bem servir ao próximo, fazê-lo feliz, sem nenhuma recompensa exterior, pois estamos aqui para trabalharmos na edificação do amor no coração das pessoas, único caminho capaz de nos fazer sentir a felicidade plena e a sensação ímpar de realização.


c) O TRABALHO COMO CONTRIBUIÇÃO PARA UM MUNDO FUTURO MELHOR.
É certo que não vivemos num mundo ideal, haja vista os quadros de violência, injustiça, ganância, fome e miséria, que ainda fazem parte da nossa realidade. Este estado de coisas tem raízes, naturalmente, na ausência de fraternidade, solidariedade e amor entre pessoas. É plantar na sociedade e nas pessoas aflitas, e desencontrados na vida, sementes que, com o tempo, florescerão e darão os frutos apropriados a efetivação da paz e da concórdia entre as criatura humana. 
 
Onde oferecer apoio

Segundo o site especializado filantropia.org, 10 milhões de brasileiros adultos pretendem doar parte de seu tempo às causas sociais. Entre os jovens esse número é ainda maior: 14 milhões desejam ser voluntários, mas não sabem por onde começar. Conhecer as entidades pode ser o primeiro passo para colocar a mão na massa. A lista apresenta algumas das principais instituições do país que, em geral, aceitam candidatos sem restrição quanto ao perfil profissional.



Fundação Abrinq
A entidade promove a defesa dos direitos da criança e do adolescente com projetos nas áreas de educação, saúde, erradicação do trabalho infantil, inclusão digital, entre outras. Candidatos preenchem um formulário no site.
www.fundabrinq.org.br

Amigos da Escola
O programa contribui com a educação pública fundamental por meio do incentivo à participação de voluntários em atividades extracurriculares. Escolas públicas e secretarias municipais de educação informam como participar.
www.amigosdaescola.com.br

Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD)
Atua no tratamento e na reabilitação de portadores de deficiência física. Beneficia mais de 5 000 pessoas nos centros de reabilitação de cinco estados. Precisa de voluntários com disponibilidade de quatro a seis horas contínuas uma vez por semana, depois de fazer curso de 32 horas. O cadastro é feito pelo telefone (11) 5576-0811.
www.aacd.org.br

Associação Viva e Deixe Viver
Atende crianças e adolescentes hospitalizados com a realização de brincadeiras, estímulo à leitura e apoio educacional. Atua em sete estados. O formulário para a inscrição está no site.
www.vivaedeixeviver.org.br

SOS Mata Atlântica
Desenvolve projetos de educação ambiental, recursos hídricos, ecoturismo e denuncia agressões ao meio ambiente. É preciso participar de uma reunião de integração. As datas são divulgadas no site.
www.sosmatatlantica.org.br

Visão Mundial
Desenvolve projetos em regiões pobres do Nordeste, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, Amazonas, Tocantins e nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro. Está presente em aproximadamente 100 países. Para ser voluntário, preenche-se um cadastro no site.
www.visaomundial.org.br

Para ver mais instituições, clique aqui.
Em breve estarei falando um pouco mais das intituições e como ser volutario.
 

11 comentários:

Carolina disse...

Oi, Natalli!
Muito lindo seu novo blog, parabéns! Estou tendo a honra de ser a primeira seguidora e tenho certeza que muitas outras virão! Muito legal esse post sobre trabalho voluntário!
Beijos,
Carol
www.artesdcarol.blogspot.com

Salles disse...

Nossa... fico mega feliz qnd ganho mais um seguidor amigo, obrigada pela visitinha e volte sempre, já te sigo. bjos
http://profmarinalda.blogspot.com

Andréia Sales disse...

Ola Natalli,
Adorei o novo blog.
Parabéns pela iniciativa.
Já estou aqui também.
É muito importante o trabalho voluntário, estar inserido na comunidade em que você vive e ajudar as pessoas todos ganham.
Bjks

Ana Júlia disse...

Oi, Natalli

Ficou fantástico o layout do blog!

Em nosso país, onde o governo não atende nem às necessidades mais iminentes do povo, iniciativas voluntárias fazem toda a diferença. Parabéns pelo tema.

Abraços

Lucas Arte Digital disse...

Natalli, que bom te reecontrar...
E como anda o blog 'Educando o Coração'? Fazendo muito sucesso??
Já estou seguindo seu blog novo! Muito sucesso com esse também rsrsrs'

http://www.lucasartedigital.com.br

Val Artes Digitais disse...

Oi Natalli, parabéns linda, muito sucesso para este cantinho lindo!!!

Bjs e já estou seguindo! Fique com Deus.

Val

Sofia disse...

Porque melhorar o mundo não pode ser com dedicação somente dentro das paredes da nossa casa, não é verdade?
Uma bela iniciativa este teu blog... vou seguir :)

beijo

Beatriz! disse...

Olá querida Natalli.
Claro que vim conhecer seu segundo cantinho e seguir.
Parabéns para separar um espaço de seu precioso tempo a ajudar demais pessoas.
Sempre que possível estarei por aqui.
Bjokas...da Bia!!!

Lucimar da Silva Moreira disse...

Adorei seu blog amiga, é muito lindo o trabalho voluntário, quem faz merece um prêmio, pois é muito bom ajudar a próximo, já estou te seguino aqui também, beijos.
www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

Chris Ferreira disse...

Oi,
adorei a postagem e amei o blog novo.
Já estou seguindo!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Maria Reciclona disse...

Olá Natali. Parabéns pelo novo blog. Espero que ele possa alcançar muitas pessoas com este post e todos os demais que venham contribuir para que possamos formar uma "liga de amor" ao próximo, ao planeta, aos animais, ao ser humano e seus valores tão perdidos nessa sociedade sem autruismo.
Um abraço e até breve.

Postar um comentário